sábado, 20 de dezembro de 2008


A paixão é um momento incandescente do amor. O verdadeiro amor é aquele que se transcende naquilo que ama, e não aquele que fica prisioneiro daquilo que ama.
De alguma forma fui um homem de uma só paixão. Ou, por outra, toda a paixão é a mesma paixão. Se ela se repete, ou se temos a impressão que revivemos uma grande paixão, é porque nenhuma paixão, mesmo a mais alta, em si mesma se esgota. Portanto, tem de ser perdida, reencontrada, reinventada, se não, é uma simples ofuscação.
Eduardo Lourenço

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

video

...Abraço para Ti...

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

sexta-feira, 22 de agosto de 2008


Se fores, vai mais LONGE. Se fizeres, faz DIFERENTE.

Se cantares, canta ALTO. Se sonhares, SONHA mais alto.

Se voltares, volta mais TARDE. Se saíres, SAI da rotina.

Se rires, RI até chorar. Se arriscares, arrisca TUDO.

Se pensares, pensa por TI. Se mudares, muda MUITO.

Se venceres, VENCE o medo.

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

"Gosto de ti como quem gosta do sábado, Gosto de ti como quem abraça o fogo, Gosto de ti como quem vence o espaço, Como quem abre o regaço, Como quem salta o vazio, Um barco aporta no rio, um homem morre no esforço, Sete colinas no dorso e uma cidade p’ra mim. Gosto de ti como quem mata o degredo, Gosto de ti como quem finta o futuro, Gosto de ti como quem diz não ter medo, Como quem mente em segredo, Como quem baila na estrada, Vestido feito de nada, As mãos fartas do corpo, um beijo louco no porto E uma cidade p’ra ti.Enquanto não há amanhã, Ilumina-me! Ilumina-me... Enquanto não há amanhã... Gosto de ti como uma estrela no dia, Gosto de ti quando uma nuvem começa, Gosto de ti quando o teu corpo pedia, Quando nas mãos me ardia, Como silêncio na guerra, Beijos de luz e de terra, e num passado imperfeito, Um fogo farto no peito e um mundo longe de nós. Enquanto não há amanhã, Ilumina-me..."

.Gosto de ti.

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

... e aconteceu. saí de casa.

terça-feira, 29 de julho de 2008

estende-se ainda lisboa
no espaço tocável dos meus olhos.

posso esperar por ti junto ao alfarrabista
ou passear contigo ao entardecer.

posso deixar que este cenário se reconstrua
ou desenhar um novo mapa nas tuas mãos.

sei que o amor é um talento que não tenho.

fevereiro, 2004

in
www.meninasderua.com

quarta-feira, 23 de julho de 2008


Sometimes we just need to lay down, let the world happen around us. It's time to stop running.

sexta-feira, 23 de maio de 2008



Our lives begin to end the day we become silent about things that matter

sábado, 17 de maio de 2008


Dreams are made winding through my head

domingo, 27 de abril de 2008



Fidel,
Me recuerdo en esta hora de muchas cosas, de cuando te conocí en casa de María Antonia, de cuando me propusiste venir, de toda la tensión de los preparativos.
Un día pasaron preguntando a quién se debía avisar en caso de muerte y la posibilidad real del hecho nos golpeó a todos. Después supimos que era cierto, que en una revolución se triunfa o se muere (si es verdadera). Muchos compañeros quedaron a lo largo del camino hacia la victoria.
Hoy todo tiene un tono menos dramático porque somos más maduros, pero el hecho se repite. Siento que he cumplido la parte de mi deber que me ataba a la Revolución cubana en su territorio y me despido de ti, de los compañeros, de tu pueblo que ya es mío.
Hago formal renuncia de mis cargos en la Direccón del Partido, de mi puesto de Ministro, de mi grado de Comandante, de mi condición de cubano. Nada legal me ata a Cuba, sólo lazos de otra clase que no se pueden romper como los nombramientos.
Haciendo un recuento de mi vida pasada creo haber trabajado con suficiente honradez y dedicación para consolidar el triunfo revolucionario.
Mi única falta de alguna gravedad es no haber confiado más en ti desde los primeros momentos de la Sierra Maestra y no haber comprendido con suficiente celeridad tus cualidades de conductor y de revolucionario.
He vivido días magníficos y sentí a tu lado el orgullo de pertenecer a nuestro pueblo en los días luminosos y tristes de la Crisis del Caribe.
Pocas veces brilló más alto un estadista que en esos días, me enorgullezco también de haberte seguido sin vacilaciones, identificado con tu manera de pensar y de ver y apreciar los peligros y los principios.
Otras tierras del mundo reclaman el concurso de mis modestos esfuerzos. Yo puedo hacer lo que te está negado por tu responsabilidad al frente de Cuba y llegó la hora de separarnos.
Sépase que lo hago con una mezcla de alegría y dolor, aquí dejo lo más puro de mis esperanzas de constructor y lo más querido entre mis seres queridos... y dejo un pueblo que me admitió como un hijo; eso lacera una parte de mi espíritu. En los nuevos campos de batalla llevaré la fe que me inculcaste, el espíritu revolucionario de mi pueblo, la sensación de cumplir con el más sagrado de los deberes; luchar contra el imperialismo dondequiera que esté; esto reconforta y cura con creces cualquier desgarradura.
Digo una vez más que libero a Cuba de cualquier responsabilidad, salvo la que emane de su ejemplo. Que si me llega la hora definitiva bajo otros cielos, mi último pensamiento será para este pueblo y especialmente para ti. Que te doy las gracias por tus enseñanzas y tu ejemplo al que trataré de ser fiel hasta las últimas consecuencias de mis actos. Que he estado identificado siempre con la política exterior de nuestra Revolución y lo sigo estando. Que en dondequiera que me pare sentiré la responsabilidad de ser revolucionario cubano, y como tal actuaré. Que no dejo a mis hijos y mi mujer nada material y no me apena: me alegra que así sea. Que no pido nada para ellos pues el Estado les dará lo suficiente para vivir y educarse.
Tendría muchas cosas que decirte a ti y a nuestro pueblo, pero siento que son innecesarias, las palabras no pueden expresar lo que yo quisiera, y no vale la pena emborronar cuartillas.

Hasta la victoria siempre, ¡Patria o Muerte!
Te abraza con todo fervor revolucionario,

quinta-feira, 24 de abril de 2008

.think.big.live.large.and.you.may.never.wake.up.

domingo, 23 de março de 2008

sábado, 22 de março de 2008

A princípio é simples anda-se sozinho
Passa-se nas ruas bem devagarinho
Está-se bem no silêncio e no burburinho
Bebe-se as certezas num copo de vinho
E vem-nos à memória uma frase batida: Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida...

Pouco a pouco o passo faz-se vagabundo
Dá-se a volta ao medo e dá-se a volta ao mundo
Diz-se do passado que está moribundo
Bebe-se o alento num copo sem fundo
E vem-nos à memória uma frase batida: Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida...

E é então que amigos nos oferecem leito
Entra-se cansado e sai-se refeito
Luta-se por tudo o que se leva a peito
Bebe-se e come-se e alguém nos diz 'bom proveito'
E vem-nos à memória uma frase batida: Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

Depois vem cansaço e o corpo fraqueja
Olha-se para dentro e já pouco sobeja
Pede-se o descanso por curto que seja
Apagam-se dúvidas num mar de cerveja
E vem-nos à memória uma frase batida: Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

Enfim duma escolha faz-se um desafio
Enfrenta-se a vida de fio a pavio
Navega-se sem mar sem vela ou navio
Bebe-se a coragem até de um copo vazio
E vem-nos à memória uma frase batida: Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

Entretanto o tempo fez cinza da brasa
Outra maré cheia virá da maré vaza
Nasce um novo dia e no braço outra asa
Brinda-se aos amores com o vinho da casa
E vem-nos à memória uma frase batida: Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

'Saíste um dia em busca de alguém que prometia partilhar mundos contigo e ao
regressar encontraste mortos, ruínas e o teu próprio espectro mirando-te cara a
cara.'


Gabriella Marenzio

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

“ O que mais dói na miséria é a ignorância que ela tem de si mesma. Confrontados com a ausência de tudo, os homens abstêm-se do sonho, desarmando-se do desejo de serem outros. Existe no nada essa ilusão de plenitude que faz parar a vida e anoitecer as vozes.”
Mia Couto, Vozes Anoitecidas

domingo, 10 de fevereiro de 2008

"And my soul from out that shadow
that lies floating on the floor
Shall be lifted
Nevermore..."
Edgar Allan Poe

http://myspacetv.com/index.cfm?fuseaction=vids.individual&videoid=2929061

sábado, 2 de fevereiro de 2008

"Apercebo-me de que a agitação da cidade despertou há muito em mim o ódio contra a civilização. A imagem estúpida de homens que correm como loucos ao ritmo desse barulho infernal parece-me ser a antítese detestável da melodiosa música de fundo que constitui o sussurro silencioso das folhas."

"Che"

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

The man behind the moustache! =)

Every morning when I wake up, I experience an exquisite joy - the joy of being Salvador Dalí - and I ask myself in rapture: What wonderful things this Salvador Dalí is going to accomplish today?"

"I do not paint a portrait to look like the subject, rather does the person grow to look like his portrait."

"The reason that some portraits don't look true to life is that some people make no effort to resemble their pictures."

"The world will admire me. Perhaps I'll be despised and misunderstood, but I'll be a great genius, I'm certain of it."

"There are some days when I think I'm going to die from an overdose of satisfaction."

"When I was five years old I saw an insect that had been eaten by ants and of which nothing remained except the shell. Through the holes in its anatomy one could see the sky. Every time I wish to attain purity I look at the sky through flesh."




terça-feira, 15 de janeiro de 2008

All around me are familiar faces
Worn out places - worn out faces
Bright and early for their daily races
Going nowhere - going nowhere
And their tears are filling up their glasses
No expression - no expression
Hide my head I want to drown my sorrow
No tommorow - no tommorow
And I find it kind of funny
I find it kind of sad
The dreams in which I'm dying Are the best I've ever had
I find it hard to tell you
'Cos I find it hard to take
When people run in circles
It's a very, very Mad World
Children waiting for the day they feel good
Happy Birthday - Happy Birthday
Made to feel the way that every child should
Sit and listen - sit and listen
Went to school and I was very nervous
No one knew me - no one knew me
Hello teacher tell me what's my lesson
Look right through me - look right through me
Gary Jules,"Mad world"

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

"In the depth of winter I finally learned that there was in me an invincible summer."
Albert Camus